top of page

Legal Analytics e a implementação da cultura Data Driven nos escritórios

O meio jurídico não ficou de fora desse cenário, sendo assim escritórios de advocacia e operadores do direito igualmente precisam se posicionar nos novos contextos.

Ter que se reinventar não é uma novidade para profissionais e empresas. A complexidade do mercado evoluiu exponencialmente nos últimos anos e alterou de forma radical uma série de rotinas e comportamentos.


O meio jurídico não ficou de fora desse cenário, sendo assim escritórios de advocacia e operadores do direito igualmente precisam se posicionar nos novos contextos.


Aplicar dados para tomada de decisões estratégicas a respeito dos negócios não é novidade, entretanto, mesmo com muitas ferramentas disponíveis, as análises de dados continuam relegadas a segundo plano, tanto em empresas de diversos setores quanto nos departamentos jurídicos e escritórios.


Por isso, é tão necessário compreender o que significa implementar Legal Analytics.


Mas, antes de nos aprofundarmos no conceito de Legal Analytics, é necessário esclarecer algumas categorias, a primeira delas é o Data Driven.


O que significa Data Driven


O conceito de Data Driven basicamente pode ser traduzido como negócios orientados por dados.


Resumidamente, o Data Driven é um processo que lança mão de dados científicos e algoritmos para coletar dados em fontes confiáveis, organizá-los em estruturados e não estruturados.


Assim é possível, construir um fundamento sólido de informações para analisá-los e obter insights a fim de promover a obtenção de conhecimento e facilidade na tomada de decisões.

Do Business Intelligence ao Legal Analytics


Business Intelligence ou BI são processos, métodos, tecnologias e algoritmos para coletar informações em fontes confiáveis, armazenar em locais controlados, organizar em dados estruturados ou não estruturados, identificar padrões e, por fim, construir uma base sólida de informações para analisar e transformar em conhecimento.


O Legal Analytics é uma aplicação do Business Intelligence desenvolvida especialmente para atender às demandas oriundas do contexto jurídico.


São processos que realizam análises e utilizam os dados de forma a apresentar insights que vão ajudar os advogados e os gestores jurídicos a definir as melhores estratégias processuais ao identificar padrões importantes em litígios anteriores.


O Legal Analytics ganhou impulso a partir da digitalização das instituições do Judiciário. O peticionamento eletrônico permitiu a integração de dados processuais de determinada corte com o acervo de processos de uma empresa.


Dessa forma, se tornou viável a utilização de análises mais sofisticadas em volumetria e jurimetria.

e-Xyon otimizando seu escritório


É fato que o futuro da advocacia já chegou e aqueles que não aderirem a ele estarão fadados ao ostracismo profissional.


Foi para combater isso que nós da e-Xyon desenvolvemos uma série de produtos e serviços para trazer ao seu escritório o que há de mais moderno e sofisticado no mercado de tecnologia jurídica.


Um exemplo disso é o nosso software de gestão de contratos que auxilia os operadores do direito a gerenciar suas carteiras de contratos.


Se você deseja se aprofundar mais sobre os benefícios de novas ferramentas tecnológicas e rotinas inovadoras, então não pode deixar de ler nossos artigos semanais.




7 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page