top of page

Inteligência Artificial: A influência da IA no Setor Jurídico.

A inteligência artificial vem transformando o setor jurídico, trazendo eficiência e redefinindo o papel dos advogados. Entenda como a IA está impactando o futuro do direito.

advogados utilizando inteligência artificial
Apesar das ressalvas, o uso de inteligência artificial no meio jurídico tem trazido diversos benefícios.

A inteligência artificial (IA) está em rápida ascensão no cenário jurídico, trazendo consigo tanto promessas quanto desafios significativos.


Ferramentas como o ChatGPT estão abrindo novas portas para a eficiência e automação jurídica, mas também suscitam questões cruciais.


Questões éticas e técnicas, como a automação jurídica, a precisão e o futuro do trabalho para advogados, estão no centro desse debate em evolução.


À medida que o ChatGPT e outras ferramentas de IA se tornam mais sofisticados, é importante reconhecer suas limitações, especialmente no contexto legal.


Casos documentados revelam petições legais incorretas geradas pela IA incluindo citações de casos inexistentes, um fenômeno conhecido como 'alucinações' na IA.


Além disso, desafios éticos persistem, envolvendo viés, discriminação e falta de transparência.


A adaptação a essa nova realidade é incontornável e, mais que isso, vital para a evolução do campo jurídico.


À medida que empresas como a OpenAI investem em pesquisa e desenvolvimento, espera-se melhorias substanciais em eficácia e precisão, juntamente com um foco crescente na abordagem de questões éticas e de responsabilidade.


Inteligência Artificial e os números.


Estudos recentes, como um realizado em 2023 pela Goldman Sachs, indicam que até 44% das tarefas no campo jurídico podem ser automatizadas pela IA.


A economia emergente exigirá profissionais especializados na manipulação de softwares jurídicos, grandes volumes de dados e no treinamento ético e legal de ferramentas de IA para garantir seu controle e regulamentação.


Isso implica em uma mudança significativa nos papéis e competências exigidas dos profissionais jurídicos.


A inteligência artificial promete uma revolução no setor jurídico, aumentando a eficiência e a precisão.


A IA não substituirá, mas aprimorará o trabalho dos advogados, permitindo que se concentrem em estratégias e decisões fundamentadas.


Um estudo realizado pela Ipsos em 31 países destaca uma preocupação global real em relação à substituição humana pela inteligência artificial (IA).


No Brasil, essa apreensão se destaca ainda mais, com 57% dos entrevistados acreditando que a tecnologia tomará o lugar de seus empregos atuais, em comparação com a média global de 36%.


O receio de uma falta de controle sobre a aprendizagem das máquinas tem gerado debates em torno do avanço da IA Generativa em todo o mundo, afetando principalmente o mercado criativo.


Enquanto vemos a tecnologia ressuscitar ícones da música como Elis Regina, também testemunhamos a primeira greve de roteiristas de Hollywood, o epicentro do cinema global, que busca garantias de que seus empregos não serão suprimidos pela IA Generativa.


A preocupação com o uso da IA na publicidade levou até Madonna a alterar seu testamento para proibir a utilização de sua imagem por hologramas ou qualquer Inteligência Artificial após sua morte.


Essa onda de mudanças disruptivas não se limita ao mundo do cinema ou da publicidade, atingindo até o conservador setor jurídico brasileiro, onde departamentos jurídicos, escritórios de advocacia e startups estão adotando essa nova tecnologia para oferecer uma experiência mais precisa aos usuários.


Com mais de 77 milhões de processos judiciais em tramitação e mais de 1,3 milhão de advogados registrados, o mercado jurídico no Brasil está passando por uma transformação profunda, impulsionada pela IA e pela análise de dados.


A utilização de Softwares Jurídicos para automatizar tarefas relativas aos trabalhos burocráticos ligados aos processos judiciais e para desafogar o judiciário brasileiro, têm tido boas respostas no setor.


A revolução da IA está reconfigurando a prática jurídica, otimizando tarefas tradicionais, como análise de contratos e pesquisa jurídica, enquanto abre caminho para novas carreiras especializadas em proteção de dados, IA forense, direito digital e cibernético, e ética em IA.


Apesar das preocupações sobre o impacto negativo da IA Generativa, a pesquisa "Fortune/Deloitte CEO Survey" revela que 55% dos CEOs globais estão avaliando a adoção da tecnologia, com 79% acreditando que ela trará eficiência e 52% prevendo oportunidades de crescimento.


Portanto, apesar das incertezas, é fundamental encontrar um equilíbrio entre o receio e a exploração ética do potencial da IA Generativa.


Abraçar essa tecnologia de forma responsável é essencial para aproveitar seu impacto positivo no progresso econômico e social."


Conte com a e-Xyon para desenvolver soluções pautadas em IA para inovar no seu jurídico.


Em um mundo cada vez mais digital e competitivo, a inovação é a chave para o sucesso nos negócios.


E uma das maneiras mais poderosas de impulsionar essa inovação é por meio da inteligência artificial (IA).


Conte com a e-Xyon para desenvolver soluções pautadas em IA e transforme o seu negócio para o futuro.


Nossas soluções baseadas em IA podem revolucionar sua empresa de diversas maneiras.


Desde a automação de tarefas repetitivas até a análise avançada de dados para insights estratégicos, a IA pode abrir portas para oportunidades que você nem mesmo imaginava.


Ela pode melhorar a eficiência operacional, aprimorar a tomada de decisões e proporcionar uma vantagem competitiva incomparável.


A e-Xyon possui o serviço que você precisa para ter eficiência, redução de custos e ganhos operacionais, permitindo que o advogado tenha como foco o cliente.


Conheça nossos serviços de Softwares Jurídicos, Inteligência de Dados e Inteligência Artificial, no nosso site.


235 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page