top of page

A Inteligência Artificial revoluciona o cenário jurídico no Brasil: Acre e Goiás saem na frente.

A implementação do sistema de produção em massa no judiciário, visa a prestação de um serviço jurisdicional mais ágil.


inteligencia artificial no direito
A adaptação às mudanças tecnológicas não é apenas uma vantagem; é a chave para o sucesso na advocacia contemporânea.

No final de 2023, a Seccional Acre do Conselho Pleno aprovou uma medida inovadora que promete transformar a prática jurídica na advocacia acreana: a regulamentação do uso de ferramentas de Inteligência Artificial (IA).


Essa decisão representa um marco no setor do desenvolvimento jurídico, abrindo as portas para a integração de novas tecnologias digitais.


Uma iniciativa semelhante ganha destaque no Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, onde a Inteligência Artificial Berna está sendo desenvolvida para otimizar o tempo de tramitação processual.


 

Qual o diferencial da nova tecnologia de Inteligência Artificial quando posta em prática?


Essa tecnologia revolucionária atua nas escrivaninhas e nos gabinetes dos magistrados, identificando e unificando automaticamente volumes significativos de demandas judiciais em tramitação que compartilham o mesmo fato e tese jurídica na petição inicial.


Luiz Henrique de Cristo, sócio da Vivacqua Advogados e especialista em direito digital, destaca a crescente presença da Inteligência Artificial Generativa no mundo jurídico.


Ele afirma que não se trata mais de uma questão de se a tendência vai pegar, mas sim de descobrir se os profissionais estão preparados para os novos tempos.


O advogado ressalta que vários tribunais já adotaram a utilização da ferramenta desenvolvida pelo Tribunal de Justiça goiano.


Por meio da assinatura do Termo de Cooperação e Planos de Trabalho, os tribunais do Pará, Ceará, Sergipe, Maranhão, Amazonas e Roraima estão embarcando nessa revolução tecnológica.


Ricardo Vivacqua, sócio-fundador da Vivacqua Advogados, expressa uma visão positiva sobre essa transformação.


Ele enfatiza que essa sistemática não passa de uma implementação do sistema de produção em massa no judiciário, visando a prestação de um serviço jurisdicional mais ágil.


No entanto, ele reconhece que essa mudança não está isenta de possíveis falhas, mas ressalta que existem instrumentos processuais aptos a corrigi-las.


Inteligência Artificial criando um sistema jurídico mais moderno e acessível.


Essa aprovação da regulamentação da Inteligência Artificial no Acre demonstra o reconhecimento da importância da tecnologia na modernização do sistema jurídico.


Com a IA, espera-se não apenas uma aceleração nos processos, mas também uma maior eficiência na identificação de padrões e na análise de informações, contribuindo para a tomada de decisões mais fundamentadas.


O avanço da Inteligência Artificial nos tribunais brasileiros destaca-se como um passo fundamental na busca por um judiciário mais eficiente e alinhado com as demandas da sociedade contemporânea.


A tendência é que outros estados sigam o exemplo do Acre e de Goiás, abraçando as possibilidades que a tecnologia oferece para aprimorar a administração da justiça no país.


A Importância da Preparação dos Advogados para o Uso de Tecnologia.


No cenário jurídico em constante evolução, os novos advogados enfrentam a urgente necessidade de se prepararem para a crescente influência das tecnologias no âmbito jurídico.


A transformação digital já se faz presente, e abraçar essas inovações torna-se imperativo para uma carreira bem-sucedida.


Em primeiro lugar, a introdução de ferramentas de Inteligência Artificial (IA) e automação está revolucionando a maneira como os processos jurídicos são conduzidos.


Sistemas inteligentes podem analisar grandes volumes de dados em tempo recorde, identificando padrões e precedentes legais de maneira mais eficiente do que os métodos tradicionais.


A familiaridade com essas tecnologias não apenas agiliza o trabalho do advogado, mas também aprimora a qualidade das análises jurídicas.


Além disso, a gestão eficiente de dados tornou-se crucial na advocacia moderna.

Novas regulamentações de privacidade e segurança demandam uma abordagem mais diligente na manipulação de informações sensíveis.


Advogados que dominam as tecnologias de gerenciamento de dados garantem a conformidade com essas normas, fortalecendo a confiança dos clientes e minimizando riscos legais.


A comunicação também está sendo transformada por tecnologias inovadoras. A utilização de plataformas virtuais para reuniões, a assinatura eletrônica de documentos e a gestão remota de processos são práticas cada vez mais comuns.


Os advogados do futuro devem adotar essas ferramentas para otimizar a eficiência e manter uma presença ágil no mundo digital.


e-Xyon: a tecnologia jurídica do futuro, hoje!


A preparação para o uso de tecnologias no âmbito jurídico não é apenas uma escolha, mas uma necessidade para os novos advogados.


Aqueles que abraçam essas inovações não apenas se destacarão em um mercado competitivo, mas também contribuirão para a construção de um sistema jurídico mais eficiente e acessível.


A adaptação às mudanças tecnológicas não é apenas uma vantagem; é a chave para o sucesso na advocacia contemporânea.


A e-Xyon está há mais de 20 anos no mercado, desenvolvendo tecnologias que ajudam escritórios e departamentos jurídicos a ter um sistema jurídico mais eficiente.


A Captura 4.0, ajuda departamentos jurídicos a administrarem melhor seus prazos e defesas, já que antecipa em semanas novos processos protocolados, além de entregar dados essenciais para o advogado da parte.


O GECP utiliza tecnologias avançadas para realizar uma varredura nas caixas processuais dos convênios com os tribunais de todo o país, incluindo os federais, e centralizar em um só lugar, poupando tempo e energia do advogado.



Veja em nosso site qual se encaixa melhor no seu problema e solicite uma apresentação comercial agora.

41 visualizações0 comentário
bottom of page